Polícia envelhecida, criminalidade fortalecida.


O que você acha do policial civil se aposentar apenas com 70 anos? De ter que contribuir mais de 49 anos para receber em troca uma média salarial como aposentadoria? É isso que a PEC 287 propõe. A PEC da Previdência suprime o principal direito constitucional adquirido pela categoria: a aposentadoria especial. Com isso, os policiais civis serão condenados a trabalharem praticamente até o fim de suas vidas. Submeter o policial civil à pressão por resultados, nível de estresse alto, falta de estrutura, convívio com a violência diária, preocupação com familiares, perigo iminente, risco de morte e à falta de programas de saúde física e mental até aos 70 anos é condená-lo à morte. Independentemente da vontade, o desgaste físico e mental é uma realidade. Quem ganha com o envelhecimento da polícia civil? Se aprovada, a PEC 287 propõe que em caso de benefício por morte, a pensão familiar seja de apenas 50% da média salarial do policial. E mais 10%, também da média, por dependente, podendo chegar a 100% apenas quem tiver 5 dependentes. Por exemplo, se a média do policial, durante 49 anos de contribuição, for de 3 mil reais, a família receberá apenas mil e quinhentos reais por mês. E, caso haja, mais 300 reais por dependente. Isso é justo com a família? É justo com o policial, que arrisca a vida todos os dias pelo país e pela população? O policial civil não quer privilégios, ele apenas merece um tratamento justo, da mesma forma que a Polícia Militar, o Corpo de Bombeiros e as Forças Armadas. Por que os policiais civis deveriam ficar de fora? Policiais civis não são policiais também? Pense nisso, mas pense rápido. O futuro dos policiais e de suas famílias estão em suas mãos. Submeter o policial civil à aposentadoria aos 70 anos, é condená-lo à morte.

Não à PEC 287. Sim à aposentadoria com dignidade.

Verdades


Algumas verdades sobre a PEC 287

Campanha


Assista a nos ajude a divulgar esse movimento.




Faça parte desse movimento. Seja um apoiador.

CONTATO

Ficou com alguma dúvida? Quer mais informações? Entre em contato.